O Blog da Casa de Mosaico
Arte, mosaico e outras histórias…

Com muito orgulho, satisfação, emoção e choradeira, gostaríamos de compartilhar aqui que a Casa de Mosaico saiu na revista Arquitetura e Construção deste mês!

Sim, página 90 da edição de fevereiro de 2014! Matéria sobre números para casa!

Não é de hoje que os números são o grande sucesso da Casa de Mosaico, e essa matéria vem nos dizer que estamos no caminho certo. Apesar de todas as dificuldades de se trabalhar com arte e, sobretudo, com arte feita com vidros nesse nosso Brasil,  temos feito algo de bom!

Não tenho palavras suficientes para agradecer ao Gui, que sempre me apoiou e incentivou! Sem ele não sou nada! Isso sem falar de todos os desenhos maravilhosos que ele faz! Te amo, amor!

Muito obrigada a todos os clientes, amigos e seguidores que nos ajudam a continuar com nosso trabalho!

É isso, gente! Muita felicidade! E uma choradeira sem fim!

Beijos, Thaisa

Para identificar melhor sua casa, que fica em um condomínio, a Lúcia encomendou uma plaquinha com a informação Casa 28.

Ao colocar a palavra Casa na placa de identificação, ao invés de só colocar o número, conferimos à placa todo um ar bucólico.

Me vem à cabeça, quase que imediatamente, a imagem de uma casinha amarela com janelas azuis, num pátio cheio de outras lindas casinhas, numa vila incrustrada no meio dos prédios da minha amada São Paulo.

Sim, eu sei que não é o caso da Lúcia. Sua casa é moderna e fica em um condomínio em outra cidade…  Mas é a imagem a que a informação Casa 28 me remete…


Mas o importante mesmo é que a placa ficou singela, meiga e de bom gosto. Eu adorei. Ela adorou.

Esse tipo de identificação serve para casas de condomínio fechado e também para casas de vila.

Encomende também a sua pelo site. Aguardo visitinhas!

Beijos e excelente ano para todos nós! Thaisa

A Laís é uma cliente minha, várias vezes reincidente!

Muito muito fofa, ela já encomendou o número de sua casinha, porta-chaves para ela, mãe, cunhada…

Ela me manda fotinhos, recadinhos, comentários no Facebook… um amor!

Agora ela me pediu um número com desenho especial para dar de presente ao irmão do marido.

Ele é pescador e eles pensaram em fazer o número com um homem pescando à beira do rio.

Guilherme fez um desenho lindo, como sempre, e como correção ela só pediu um céu!

Acertamos as cores e fui louca fazer! Estava super ansiosa para ver o resultado.

Clique para ver mais detalhes desta peça

Número pronto, mandei rapidinho pra ela. Abro o Facebook e lá estava ela, sempre linda,  na minha timeline:

“Chegou!!! Hee!!! Parabéns, Thaisa Corrêa!!! Ficou lindooooooo!!! Você é capaz de traduzir perfeitamente nossos pensamentos! Kkk!!! Grande beijo! Sucesso sempre…”

E no meu email:

“OIEEE!!! CHEGOU!!! AMAMOS… PARABÉNS PELA SUA SENSIBILIDADE… FICOU DEMAIS. OBRIGADA. GD BJ… SUCESSO.”

Chorei horrores!

Obrigada, querida! Por todo carinho! Muito beijos! Thaisa

Encomende também seu número! Deixe a entrada da sua casa com a sua cara!


Quando se recebe um retorno desse sobre um trabalho, quaisquer outras palavras se tornam desnecessárias.

Obrigada, querida! Você me deixou super feliz e emocionada.

Beijos! Thaisa


“Thaisa!!!! Chegou! Chegou! Perfeito, mais que perfeito!
Amei, amei!! É tão lindo, delicado, encantador, que acho que deveria ser inserido como item básico numa obra! Deveriam baixar todos os impostos pra você e todas as casas poderiam ficar com um item tão lindo como o meu!! Aliás, pensando bem, melhor não… deixa só o meu mesmo! rs … Ai ai, acho que estou eufórica! Vou parar de escrever… Obrigadãozão!

Luinny Duhau”

Uma antiga amiga do meu pai está construindo sua nova casa. Meu pai está fazendo os vitrais.

Ela me mandou um e-mail para encomendar o número da casinha e contar sua história…

O terreno onde está sendo construída (já deve estar pronta agora) é enorme! E tem uma paineira também enorme e antiga plantada lá. Ela nunca quis tirar a árvore. E quando eles começaram as obras os vizinhos até vieram falar com ela para se certificarem de que a paineira ficaria.

Para quem não sabe, a paineira é aquela árvore robusta, que tem espinhos incrustados no seu tronco e que no inverno (se não me falha a memória) dá tufos de paina. Tufos de algo muito parecido com algodão. Antigamente eles até usavam para encher travesseiros…

Eu gosto muito delas. Traz boas lembranças da minha infância. No meio do caminho para a ‘roça’ do meu avô tem uma maravilhosa e enorme! Sim, enorme! E eu sempre pensei nela como uma árvore que dava flores de nuvens… Nada mais lúdico!

E só agora eu descobri que ela também dá flores rosas! Pois é, eu tinha tão fixa na minha mente a imagem das painas que nunca tinha reparado nas flores rosas!

A Cintia resolveu que, como a paineira era tão importante para ela e para toda a vizinhança, ela estaria também nos números da casa.

Números porque a casa fica numa esquina.  Ficando entre 2 ruas, ela achou por bem colocar uma placa com número da casa em um lado, e do outro, o número e nome da rua.

Para não termos desenho iguais, em uma placa fizemos a paineira inserida na paisagem como era, em cima de um morro. Toda florida de rosa. E na outra placa, só um detalhe da paineira, para que as flores e folhas pudessem ser melhor caracterizadas. Além de um lindo sol se pondo junto à árvore amada.

Ela e o marido vivem em Poços de Caldas, perto dos meus pais… e como ela não tinha pressa, preferia que eu deixasse suas peças com meus pais e ela pegaria assim que desse…

Depois de um tempo chegou esse email… Você pode tirar suas próprias conclusões:

Querida Thaísa,

o Edoardo foi trabalhar em S. R. do Sapucaí e pôde passar no seu pai em Pouso Alegre: trouxe suas obras primas!

Já mostramos para minha mãe, para as arquitetas e nossos irmãos e amigos. Todos adoraram…

Faz tempo que eu não me sentia tão feliz. Depois de toda nossa conversa por e-mail nunca imaginei que ficaria tão além das expectativas.

Muito obrigada pelo capricho, criatividade, arte, enfim.

Agora estamos guardando a 7 chaves por medo de estragar.

Quando assentar no local definitivo, mando uma foto pra você (mas vai demorar…).

Beijão, até, Deus os abençoe,

Cynthia e Edi

Beijos! Thaisa

Não consigo evitar, toda vez que vejo um desenho de pássaro eu me lembro da musiquinha do Castelo Ra Tim Bum:

- Passarinho, que som, que som é esse? Quem sabe o nome dele? Esse som é o som do violino…

E pra mim é sempre violino!!!

Agora, com a musiquinha na cabeça, vamos aos novos pássaros da Casa de Mosaico!

A Regina, prima do Gui, quis seu número com natureza: plantas, sol, pássaro e flores. Como seu muro é azul, optou por azul predominar. Usei laranja como ponto de contraste. E para dar alegria à peça! Mede 31×16 cm.

A Luciana quis o número do seu consultório com o desenho do logo.

Fizemos uma adaptação que ficou ótima! Temos um beija-flor, brincos de princesa, luminária e o nome da rua. Tudo isso em 30×30 cm!

A Sabrina gostou do número da primavera com o labrador. Mas quis, no lugar do cachorro, um lindo casal de passarinhos que ela tinha em um convite. E quis que suas primaveras tivessem tons de rosa e lilás. Eu aproveitei meus vidros novos!!! Números em azul da cor da sua casa! Ficou tão tão cute! Não tenho outra palavra para definir! Me deu vontade de apertar. Seu número mede 30×40 cm.

E, há algum tempo, eu fiz um número para a minha irmã mais nova, a Érika. Deu o que fazer para arranjar um tempinho para fazer o dela no meio de tantas encomendas. E assim que consegui terminar, aconteceu um imprevisto e ela teve que se mudar!

Seu número, 155, com um lindo passarinho colorido e muitas flores, 20×30 cm, ficou à pronta-entrega por um tempo. Agora já voou…

E eu acabei de fazer um igual para a Cybele, que como modificação só pediu um pequeno B de numerologia…

É isso, queridas e queridos! Encomendem o seu!

Volto logo pra mostrar o último dos meus 3 grandes projetos.

Beijos, Thaisa

Eu tinha feito um número com labrador para a Tânia, no ano passado, e ele fez o maior sucesso!

Por causa desse labrador o Rodrigo me achou.

Ele me escreveu perguntando se eu fazia números grandes. Eu disse que sim, que andava fazendo número grandes, de 35 x 45 cm. E ele me disse que queria um número grande mesmo, tipo 60×80 cm… por aí… Confesso que fiquei de boa aberta, por 1 segundo!

E também muito feliz! Um número enorme! Tipo um quadro! Adorei!

Ele me passou os dados que queria para a peça. E disse que a sua labrador, Misty, era o xodó da casa. E que ele queria que ela fosse o centro do desenho. Que o resto era por minha conta, e que não precisava ter pressa. Take your time, disse ele para ser mais exata!

Quase saí pulando de alegria por aí!

Primeiro fui atrás das bases para ver que tamanhos existiam. Chegamos a um tamanho bom e passamos ao desenho.

Como era grande, podia encher de detalhes, como um quadro mesmo. Daí expliquei para o Gui o que eu queria e ele fez o desenho, que ficou maravilhoso: número e rua no centro, num tom forte, Misty de um lado, grande, com uma profusão de arabescos horizontais na parte de cima. Do lado oposto, arabescos verticais, e saindo deles um monte de flores de primavera. Para arrematar a primavera um arabesco que se estende até encontrar com os arabescos do outro lado.

Embaixo do nome da rua eu propus, para o fundo, quadradinhos de vários tamanhos nos tons do Labrador. E também propus gemas de vidro caramelo e amarelo, espalhadas pelo desenho, compondo o tom lúdico da peça, coisa que quase não gosto, vocês bem sabem… e que procuro manter sempre nas minhas peças.

Propus também que as flores fossem de vários tons. Ajustamos alguns pequenos pontos e me coloquei a fazer!

Fiz as flores em vermelho, laranja e âmbar. Como eram pétalas maiores me permitiram escolher as manchas dos vidros para dar movimento. Eu amei a primavera! AMEI! Faria pra mim…

A peça mede 40×80 cm. Tem a primavera em tons de vermelho, laranja e âmbar. Com arabescos em verde escuro e folhagem em verde médio. Labrador caramelo! Arabescos sobre o labrador em marrom caramelo médio. Os números e informações da peça foram feitos em marrom escuro. Fundo branco, deixando tudo mais em evidência.

Na confecção da peça eu fui postando algumas fotos no Facebook da Casa de Mosaico. Daí que a Edna, cliente fiel, amou também a primavera. E pediu uma adaptação dela para o seu número.

O formato que a Edna escolheu é bem menor. Formato de fechadura, de um pouco mais de 20×30 cm. O Gui fez a adaptação do desenho, que ficou ótima.

Fiz as flores da primavera em laranja e vermelho manchados. Números em marrom caramelo escuro. Arabescos em verde escuro com folhagem em verde médio. Fundo do número em branco: contraste é sempre importante! E como um toque especial, o fundo da parte da primavera foi feito num tom de verde mais claro, manchado, quase verde água. Ficou um mimo! Amei também! Muito obrigada, Edna, por acompanhar o meu trabalho há tanto tempo, de forma tão carinhosa e fiel.

Muito obrigada, Rodrigo, por essa proposta ousada, por me permitir criar e ser feliz! Adorei!

Um beijo! Thaisa

Bem no clima Maria Bethânia (em homenagem ao Gui, que a ama e acha que ela é a mulher “mais bonita do mundo”!!!): “É o mar, é o mar / Fé-fé xorodô”

Entrou no clima?! Pois bem, nesse clima de mar, sombra e água fresca, trago esses dois novos números.

Peixinhos, lindos arabescos, algas e muitas gemas de vidro compõem esse número da Rubia, lá de Caraguatatuba. Com o azul como cor predominante, e um toque de laranja e vermelho para dar contraste, ele ficou lindo! Adorei! Obrigada, Rubia!

Clique aqui para encomendar esta peça

E o outro número, da Paula, lá de Niterói, vem com tudo que se tem direito: mar, areia, coqueiros, céu azul e uma estrela do mar laranja para arrematar, pedido da cliente. Deu a maior trabalheira. Repare nos cortes das folhas dos coqueiros! Vixe… Mas valeu a pena, ficou lindo e muito mimoso. Obrigada, Paula!

Clique aqui para encomendar esta peça

Peça aqui também seu número. Querendo um desenho só seu, é só dizer, fazemos também!

Beijinho, Thá

Provando mais uma vez que o céu é o limite quando se trata de modelos de números, e que a diversidade é a graça da vida, vamos aos novos modelos de números de mosaico.

Do mais simples ao mais rebuscado, todos lindos e cheios de charme, vou começar pelo número da Lia.

A Lia se encantou pelo porta-chaves de flores, em tons de verde, da Laís. E queria um para ela também. E pediu que eu fizesse um número com o mesmo tema e cores.

Usei vários tons de verde, com um tom mais forte nos números. Ficou uma graça, super mimoso.  Adorei o resultado. Obrigada, Lia!

Clique aqui para encomendar o seu número

A Miriam, do Rio, pediu seu número naquele formato diferente que tenho no site, e queria com libélulas e flores, bem colorido, de preferência que tivesse azul, amarelo e salmão. Atendendo ao pedido, aqui está o lindo numero da Miriam.

Clique aqui para encomendar o seu número

O Luiz Claudio mandou a foto da fachada da casa dele e pediu para que seu número tivesse algum elemento da fachada e que fosse bem clean. O Gui fez esse desenho com a folhagem que ele tem no jardim. Adicionamos arabescos em espelho, porque é como eu sempre digo: Você pode até não acreditar, mas não custa nada colocar um espelhinho da frente de casa para evitar a inveja! Sugeri que os números fossem nesse rosa velho, que fica clássico e combina com tudo. Clean e bonito! Obrigada, Luiz!

Para a Val, irmã da fofa da Nina Benvinda, lá de Manaus, fiz seu número com um coqueiro de Açaí, típico de sua terra, como ela havia pedido. Até os números tem a cor do Açaí. Obrigada, Val.

Clique aqui para encomendar o seu número

E para terminar, esses dois números para a mesma família, mãe e filho, lá de Parauapebas, PA.

A mãe, Marilene, queria algo parecido com o número da Rebeca, minha irmã, com pedaços de fundo colorido e queria também que o nome da Rua ficasse perto e em cima do número. Cá está. O desenho já tinha ficado show. E com o rejunte marrom escuro ficou um grito! Amei!

Clique aqui para encomendar o seu número

E o filho e da nora, Ivana, pediram seu número com o desenho de passarinhos do porta-chaves da Clei. E a Ivana queria que fosse tudo colorido. Eu perguntei: mas e as letras, que cor vc prefere! E ela disse: Tudo colorido! Tudo colorido para a Ivana e o Fernando então! E ficou lindo, lindo!

Clique aqui para encomendar o seu número

A Sheila me pediu para seu número o modelo do número da coruja.

Como o número dela tinha só 2 dígitos eu sugeri que a gente colocasse umas flores para preencher melhor o espaço. Ela gostou da idéia.

Eu expliquei para o Gui que queria que ele redesenhasse a coruja com algumas flores. E pensei que ele ia colocar umas florzinhas e pronto. E ele me veio com esse desenho escândalo! Quase que eu grito! Achei LINDO!

Mandei para a Sheila e ela também adorou e aprovou. Chegamos ao consenso das flores em vermelho e mãos à obra!

Olha como ficou uma belezura! Eu mandei pra ela e quando chegou ela me mandou um e-mail gostoso falando que tinha AMADO, ADORADO! Falou até da minha embalagem, de como eu era detalhista. Fiquei toda feliz!

Muito obrigada, querida! É sempre um prazer trabalhar com pessoas como você!

Beijos! Thaisa

Hoje eu queria mostrar aqui alguns novos números que são a renovação de modelos já feitos.

Alguns são releituras, alguns são outros desenhos baseados no mesmo motivo e outros são o mesmo desenho com outros números só para vocês entenderem que algumas adaptações às vezes são necessárias.

Mas todos sempre lindos! Eu acho mesmo, afinal são uma mãe coruja de todas as minha peças!

Encomende o seu também! Espero você!

Beijinhos da Thá!

Gêra, assim chamado pela família, e também conhecido como o famoso  Sr. Geraldo Amaral. O avô do Gui.

E esse é um número muito especial porque ele é o número da casa dos Avós do Gui.

Senta que lá vem história. (Memória afetiva, não resisti!)

A Tia Valéria, ou Tia Leléia, junto com o tio Dedé, está restaurando toda a fachada da casa, que é enorme e maravilhosa, de uma arquitetura toda especial. Clássica e moderna ao mesmo tempo. Aí, tia Leléia queria colocar uma planta na sacada. E me pediu opinião. Fiquei honradíssima. E sugeri uma primavera.

Adoro primaveras, lógico. E elas dão flores lindas e coloridas e resistem bem ao sol e vento, essas coisas. A da minha varanda da frente é rosa. Eu falei de uma primavera laranja. Tijolo, acho que chamam a cor. Eu sou louca por essa cor de primavera. Minha vó me plantou 2 mudas. (Lá na minha vó tem primavera de todas as cores!) A primeira, os gatos comeram antes de chegar aqui, lá na minha mãe. Eu até plantei, mas não foi. A segunda, chegou aqui. Eu plantei e estava cuidando dela com todo amor. E não é que meus gatos começaram a arrancar pedaços! Eu brigava com eles, coloca remédio para afastá-los. Mas eles acabaram matando a bichinha! Até chorei! Tinha pedaço da minha primavera na cama deles. Um horror!

Aí, há algum tempo, eu e minha mãe fomos ao Shopping Garden, aqui em São Paulo. Surtamos geral lá dentro. E eu comprei uma primavera laranja. Plantei, coloquei muito adubo e amor, e ela está indo que é uma beleza. O quintal tá parecendo uma floresta. O céu é o limite para ela. Eu estou toda feliz, mas flor, flor mesmo que é bom nada até agora. Mas eu sigo otimista!

Enfim, falei da tal primavera laranja para a tia Leléia. Ela amou. Mas acabou não achando essa cor. Mas assim que conseguir vai colocar na varanda lateral, pois na varanda da frente ela acabou colocando uma primavera rosa, igual a minha. E um fícus. Também adoro! E na lateral ela já colocou um bambu mossô que tem um formato espetacular.

E tia Leléia me pediu também um número novo para a casa. Sua única exigência era que tinha que ser em pé, pois ficaria em uma coluna.

Aí o Guizão, tudo de melhor no mundo dos maridos e desenhistas, aproveitou a coisa toda em torno da primavera, e fez esse desenho maravilhoso, sonho da minha vida. Nós levamos o desenho até lá. Ela aprovou e eu montei bem rapidinho, que estava ansiosa. Nas flores eu coloquei laranja, não tinha como ser outra cor!

Eu montei e deixei ele lá quietinho descansando, antes de fazer o fundo.

Sabe, se eu posso, eu gosto de ir fazendo as coisas aos poucos, porque as ideias vão amadurecendo, tomando forma. Se eu faço tudo de uma fez, não tenho esse tempo de boas ideias.

E foi aí que eu tive a ideia de preencher a parte das flores de um laranja quase salmão, bem clarinho mesmo.

E ficou maravilhoso! Nem podia ter sido de outra cor! Ficou perfeito! Tão lindo, tão lindo!

No carnaval nós levamos o número para eles. E eu coloquei no muro. Eu mesmo! Eu sou a She-ra, vocês se lembram!?!?

Coloquei no sábado, fiz o rejunte com acabamento no domingo. Ficou tudo!

Todo mundo amou! Uma delícia!

Gêra até atravessou a rua (de pijama!) para ver como tinha ficado. Tia Valéria, então, adorou!!! Ficou toda feliz!

Viemos embora e ela me ligou, daquele jeitinho dela: “- Nêga, tô ligando para agradecer de novo. Pra te falar que o pintor  já arrumou o muro (tinha ficado a marca do número antigo). E pra te falar também que já fui lá fora umas mil vezes paquerar o número. Adorei!”

Eu fiz de tudo pra não chorar ao telefone! Ia ficar parecendo uma louca! Mas desliguei e chorei com gosto, emocionada! Muito feliz!

Obrigada a todos os Amaral!!! É uma delícia fazer parte dessa família! Amo vocês! Beijos!

Thá

Temos mais um projeto exclusivo com um número de bambu. Ele é da Lucimeire, lá de Uberlândia. E ficou lindo!

Tem o bambu bem cheio do lado esquerdo do número. Números em marrom caramelo e o vaso todo recortado em um tom mais escuro de marrom. Adorei o vaso!

Uma borboletinha azul turquesa e verde e seu caminho feito de espelhos.

Mede 30 x 30 cm. E nem adianta chorar porque não é possível fazer um bambu menor que esse. Ele já tem as peças que o compõe em seu menor tamanho.

Fundo branco para completar.

Esse é o desenho que me dá mais trabalho. Só Deus sabe quantas pecinhas eu corto e colo para fazer o bambu. Mas é lindo, não é?!

Obrigada, Lucimeire!

Esse projeto é da Lucimeire, e só dela. Encomende seu número pelo site. Clique aqui! Desenhamos projetos exclusivos!

A Suely, carioca, encomendou o número da porta do seu apartamento bem grande, sem medo: 30 x 30 cm. Afinal, não é o número que é grande, e sim a plaquinha com todo o desenho. Tem um monte de gente que quer pequeninho, tem medo do grande. Mas eu adoro. E dá uma super valorizada na sua porta.

Enfim, a Suely encomendou seu número. E quis o desenho das libélulas, mas em outras cores. Eu adorei as cores que ela escolheu. Tons de verde (Ela adora verde!). Libélulas em rosa velho e florzinhas em vermelho.

Eu fiz os arabescos com um degradê de verdes, ficou um encanto!

Adorei! Ela também! Já me escreveu várias vezes, por e-mail e no Facebook. Ela é uma graça! Adoro!

Obrigada, querida! Foi um prazer te conhecer!

Beijinhos! Thá

O número da Ana Paula anda fazendo sucesso! E como o projeto do número dela é só dela, já fiz alguns outros números  e o porta-chaves com o mesmo tipo de flor, mas com desenhos diferentes um do outro.

Acabei de entregar o número da Fátima, com as flores e folhagem maiores. Ela quis também uma borboleta e eu adicionei o caminho da borboleta em espelho. Os números também são um pouco maiores e na placa de identificação da Fátima ela quis também o nome da rua: Rua Mauá.

Eu adoro quando tem o nome da rua. Acho que fica meio bucólico, lúdico… Me traz boas recordações daquelas plaquinhas de casa antigas, com nome e número, lá do sul de Minas… Me dá um quentinho no coração.

Enfim, o número da Fátima ficou lindo! Fiquei apaixonadinha, sabe? Mas entreguei… E ela também amou, o que é o mais importante.

Obrigada, Fátima. Muitos beijos.

Encomende seu número aqui também. Espero por você! Beijos para todos! Thá

Ou… vamos brincar de jogo dos 7 erros?

A Adriene me escreveu encomendando o número para a sua casinha. O número não, os números! A casa da Adriene fica em uma esquina e ela encomendou dois números iguais para colocar um de cada lado da casa.

Achei tudo de bom! Puro luxo!

Ela queria o modelo de libélulas. (Gente, veja como são as coisas: o número de libélulas ficou um tempão sem pedidos e, de repente, surgiram montes de encomendas. Nem sei quantos eu entreguei ultimamente.) Mas ela queria o modelo de libélulas, sem as libélulas!

Clique na foto para encomendar seu número

Sim, sim. Não tem problema! A gente tira as libélulas! Redesenhei para ela: modifiquei os arabescos e coloquei florzinhas na parte de cima também. Ela aprovou, escolheu as cores. E lá fui eu cortar todas aquelas peças iguais. E como o número é 679 eu cortei quatro números 6, ou 9, como preferir. E fui montando o mais igual possível. Lógico que tem algumas pequenas diferenças, é um trabalho todo feito à mão, é normal. Mas nada demais.

Clique na foto para encomendar seu número

E o fundo não é igual, só parecido. Se fosse tentar fazer igual ia acabar louca!

Adorei o efeito dos dois juntinhos! Achei super luxuoso a Adriene ter duas placas de número na casa dela. Uma ótima idéia. Parabéns, querida!

Obrigadinha por tudo! Adorei!

Encomende aqui também o seu número! Espero por você!

Beijos! Thá.

Gente, o Gui não quer que eu fique só falando de números. Mas são meus números queridos. E eu preciso falar desse aqui, desculpe.

A Moara, um amor, me pediu para fazer o número de pássaro no tamanho 20×30 cm. Eu já tinha feito nesse tamanho para a Clei. Lógico que ia fazer também para ela.

Dá o maior trabalho por causa dos tamanhos das peças. Mas vale a pena.

O número da Moara tem as mesmas cores do número da Angela, mais alegres. Só a borda tem um tom um pouco mais claro. Mas tem até a borboletinha.

Clique na foto para encomendar seu número

Ficou lindo, lindo! E veja só o e-mail que a querida Moara me mandou:

Olá Thaisa, boa tarde!!!
Acabo de receber o número e tive uma surpresa imensa, ficou SIMPLESMENTE PERFEITO!
Quando abri a caixinha, fiquei emocionada, ficou realmente da forma que eu esperava;
Seu trabalho consegue ter a percepçã0 da sensibilidade de cada cliente, a riqueza dos detalhes e as cores combinando entre si, tudo com perfeição! Parabéns, flor!
Espero podermos negociar mais vezes!!!
Bjokas e obrigada! Nota 1000 pra você!

Quase morri de chorar! Nem consegui ler para o Gui.

Obrigada, querida! Pessoas como você é que fazem valer a pena!

Muitos beijos para todos! Thá

Queridos, nesse post rapidinho, venho mostrar para vocês novos modelos e tamanhos de peças já conhecidas.

Primeiro, o número das tulipas. Depois de muita choradeira resolvi fazer um tamanho menor. Mas é o menor mesmo!!! Tem 20 x 20 cm. E as cores também são novas: bordas e números em rosa velho e tulipas em 2 tons de vinho. Ficou lindo! Amei!

Clique na foto para encomendar seu número

Segundo, o número de libélulas. Todo mundo que quer esse número quer que faça menor. Mas não tem jeito. É um dos números mais cheio de detalhes que já fiz, e as peças dos arabescos já estão no menor tamanho possível. Também, depois de muita choradeira chegamos ao tamanho de 25×25 cm, só porque o número tinha só 2 dígitos, porque se tivesse 3 não dava. Ficou uma fofura.

Clique na foto para encomendar seu número

Beijos! Thá

Adoro Ipês amarelos! Acho lúdico: aquela árvore inteira sem nenhuma folhinha verde e toda cheia de flores amarelas. Claro que também são lindos os Ipês roxos, brancos. Eu até tenho um Ipê roxo aqui em frente de casa, que eu amo! Cuido direitinho. Mas o amarelo é realmente o meu preferido. Eu gosto muito de amarelo, da cor, digo. Acho que traz vida, felicidade, luz. Repare em um desenho com e sem amarelo para você ver que tenho razão.

E então, a Sônia, gaúcha que mora no Mato Grosso, me escreveu para que eu fizesse o número da sua casinha. Conversas para lá e para cá, sugestões e desenhos, chegamos ao desenho do Ipê Amarelo. Para minha felicidade.

Clique sobre a foto para encomendar seu número

E olhe só, o número da Sônia tem 30×40 cm. Um lindíssimo Ipê Amarelo do lado direito. Montinhos de grama embaixo. Pássaros azuis no céu. Arabescos em espelho, e números grandes e modernos em rosa velho. Ficou “o lugar perfeito para ser feliz”!

Para o fundo, a Sônia queria pedaços bem pequenos. E eu achei que ia poluir o desenho dela. Conversamos e, em acordo com ela, fiz o fundo de pedaços de vidro branco de tamanho médio, para o fundo ser somente o fundo, sem atrapalhar o desenho.

Eu adorei! Estava louca para mostrar aqui, mas estava esperando a Sônia receber lá na casa dela para então mostrar para vocês.

Essa semana ela me escreveu um e-mail dizendo que o número tinha chegado. O assunto da mensagem era “Amamos!”. Não preciso de mais nada. Morri de alegria!

Obrigada, querida! Tudo de melhor para vocês!

Beijinhos! Thá

* * * * * * * *

Quer um número como esse para sua casa?
Visite nossa loja virtual, confira nossos modelos e faça a sua encomenda!

Nós somos 3 irmãs: eu – a mais velha, a Rebeca e a Érika.

A Rebeca é dentista. Maior belezinha. Formada na USP. Desculpe, mas esse é um fato que tem que ser mencionado. A pessoa se mata de estudar para entrar na USP, depois se mata de estudar para se formar na USP, então…  Eu, como irmã orgulhosa, tenho mais é que falar.

Ela trabalhou alguns anos com um professor e agora tem seu próprio consultório. Aqui pertinho de mim, uma alegria!

Reformou e deixou tudo bonito.  Além de tudo de dentista ser novo, ainda fez outras coisas de menina: pintou a fachada de um verde cana-oliva maravilhoso! Colocou vasos na porta, cadeiras bonitas na recepção, espelho de borda de mosaico no banheiro. E faltava uma linda placa com número para completar.

Ela entrou na fila dos clientes. Eu não passei na frente só por ser minha irmã, viu? O Gui fez um desenho divino. Mãos à obra!

Ele mede 30×30 cm. Fiz os números de verde cana como a parede. Tem uma folhagem de verde escuro manchado e uma linda flor vermelha. Duas borboletinhas para dar um colorido. Bordas em verde escuro em L. E arabescos com espelho para espantar o mau olhado e refletir o sol dando um efeito maravilhoso. O fundo é branco, tem um recorte em ondas na parte de cima. E o rejunte é cinza. Porque estou apaixonada por rejunte escuro, como disse no post anterior. O rejunte escuro deu outra vida ao mosaico. Parece que ele veio para frente. Impressionante!

Ficou lindo! Eu adorei! Ela adorou! O Gui, o César… todo mundo! E eu ainda fui até lá e coloquei o número para ela.

Agora só falta secar bem, arranjar um tempinho e ir até lá para rejuntar em volta. Como eu explico para meus clientes, o número só vai estar pronto de verdade depois de colocado e rejuntado em volta.

Mas já está fazendo o maior sucesso!

Obrigada, minha querida! Toda sorte e sucesso do mundo para você! Você merece!

Beijinhos! Thá

Related Posts with Thumbnails